Click Interiores

Contato
Projetos Click Interiores

Lojas e Comidinhas da Casa Cor Rio

Por Bia Mayrinck
quinta-feira, 20 de outubro de 2016.
Em Feiras/Mostras, Pelo Mundo


Publicidade


Publicidade

No Banner to display



Publicidade

No Banner to display

Esse é o quarto post e a última parte sobre os espaços da CASA COR Rio 2016.

Resolvemos dividir os espaços da CASA COR Rio em quatro posts, o primeiro com o jardim da casa e os espaços inseridos nele, o segundo com as salas e cozinhas da casa, o terceiro com quartos e banheiros e esse último com as lojas e comidinhas da casa! Estão todos aqui no blog, basta digitar a palavra “Casa Cor” na BUSCA OU clicar em “Pelo Mundo”e depois em “Feiras e Mostras”…todos os posts irão aparecer!

Começamos o passeio pela Mercearia da Casa….

 

Mercearia da Casa – Paula Neder e Luiza Pedral

 

A Mercearia fica em uma edícula original (e anexa) ao casarão. No ambiente das arquitetas – interno e externo, sobre o deck assinado pelo paisagista Raphael Costa Bastos –, o clima é de uma mercearia acolhedora e moderna. “Parece um cantinho mágico do jardim”, diz Paula. Ali são servidas comidinhas elaboradas por Roberta Pederneiras com os produtos Deli Delícia, que também são vendidos no espaço.

 

Via: Angela Falcão – Foto André Nazareth

 

Bar de Gin – Fernanda Sampaio, Júlia Sampaio e Raísa Rodrigues

 

As sócias do Studio Bric já começaram vencedoras: o trio de jovens arquitetas ganhou o Archaton, maratona de projetos de arquitetura e design promovida pela Muuving em parceria com a CASA COR Rio. Concorreram com mais de 500 profissionais, coordenados por diversos arquitetos – Ivan Rezende foi o responsável pelo Studio Bric. O desafio era projetar um Bar de Gin. O prêmio: que o espaço faria parte desta edição da mostra.

 

Via: Angela Falcão – Foto André Nazareth

 

Bistrô do Jardim – Ricardo Melo e Rodrigo Passos

 

Um restaurante que é um jardim. “O trabalho de Burle Marx foi nossa inspiração. Por isso, o restaurante ganhou ‘formas de jardim’, além de o clima também estar lá dentro, com muitas flores e referências a pássaros”, descreve Ricardo Melo. “Ao mesmo tempo, tem traços contemporâneos bem marcados, inspirados em restaurantes conceituados mundo afora”, complementa Rodrigo Passos.

 

Via: Angela Falcão – Foto André Nazareth

 

Via: Angela Falcão – Fotos André Nazareth

 

Joalheria – Angela Meza e Patricia Meza

 

 

Toda joia já foi uma pedra bruta. Este contraste brilha como diamante na joalheria este ano: Angela e Patricia jogam com o bruto e o polido, o rústico e o sofisticado. Tudo envolvido pela inspiração da arquiteta Lina Bo Bardi e sua icônica Casa de Vidro – uma referência na hora de criar essa vitrine em panos de vidro. E que mescla opostos mais uma vez, já que integra a paisagem ao interior: os expositores das joias se unem aos traços geométricos da arquitetura moderna e aos jardins do entorno.

 

“Os revestimentos rústicos da parede e do piso fazem alusão às pedras brutas. Lapidadas pelo homem – representado na marcenaria em tons claros, totalmente customizadas para atender as necessidades do espaço –, se tornam pedras preciosas, as estrelas da joalheria”, explica a arquiteta Angela. “Essa mistura de vidro, texturas e cores claras dão o toque charmoso e sofisticado a um ambiente natural”, completa Patricia.

 

Via: Angela Falcão – Foto André Nazareth

 

Via: Angela Falcão – Foto André Nazareth

 

Garagem de Estar Renault – Caco Borges

 

Um surfista que pega o carro em busca de ondas perfeitas. E que mantém seu veículo sempre por perto… Para criar a Garagem de Estar Renault, Caco Borges se inspirou no surfe, nas praias cariocas e em quem ama surfar. E no Duster Oroch, pickup da Renault que transita tanto na cidade como no campo e na praia. Caco equipou o carro com um rack e pranchas de surfe, para dar o clima. “Quis transmitir, ao unir esse automóvel e o ambiente, que ambos são o estilo do Rio”, conta o arquiteto.

 

Via: Angela Falcão – Foto André Nazareth

 

Empório Orgânico Lapinha – Tiana Meggiolaro e Bia Mayrinck

 

 

Esse espaço foi feito por mim e pela minha sócia Tiana Meggiolaro, nós duas dividimos o tempo entre o nosso escritório de arquitetura e interiores e o nosso blog Click Interiores, criado na Casa Cor Rio de 2012.

Como inspiração, “Barba de bode” de árvores antigas, lajota artesanal, tecidos em fibra natural e material reciclado, musgo artificial e painéis em madeira 100% de cultivo natural. Antes de iniciar o projeto, Eu e Tiana fizemos uma imersão no Spa Lapinha, fundado em 1972 por Margarida Bornschein Langer em Lapa, no Paraná. Um lugar paradisíaco que, entre outras coisas, preza a alimentação saudável – que também passou a comercializar em sua linha de orgânicos. Foi uma inspiração e tanto: voltamos  e o clima da Lapinha veio junto. E está em cada cantinho do nosso Empório Orgânico.

 

A começar pela forração do teto, em “barba de bode” veio direto das árvores do Spa especialmente para o espaço. A parede do fundo será revestida de musgo artificial e outras duas paredes vão “parecer” de pedra, com prateleiras em madeira desenhadas por nós, como pequenas jardineiras, onde estarão os produtos. O toque de cor está no mix de almofadas com tecidos floridos assinadas por Nunuca, executado pela Trama Casa. No mobiliário, o clima também é rústico – quer na marcenaria, desenhada pelo escritório e executada pela Mallc Móveis, quer em peças assinadas, como o Buffet Teca, de Jader Almeida (Arquivo Contemporâneo).

 

Via: Angela Falcão – Foto André Nazareth

 

Via: Angela Falcão – Foto André Nazareth

 

Loja da Casa – Marina Breves

 

Sem medo de ousar, Marina mistura elementos originalmente opostos de forma natural e equilibrada. Assim, o novo está lado a lado com o antigo; o contemporâneo convive em sintonia com o clássico. “O público vai ver que a mistura de estilos pode criar uma dinâmica interessante para um ambiente, antes não pensada. Basta equilibrar os conceitos”, conta a arquiteta.

 

Via: Angela Falcão – Foto André Nazareth

 

Livraria – Alexandre Cardim

 

Diante da parede em vidro, que deixa “entrar” a hera ao fundo, a estante Giorno em laca chocolate – projeto do arquiteto feito especialmente pela Lacca – com nichos iluminados. Sofá Akans II, poltrona Belgravia, mesa de centro Parker, escrivaninha Enzo e cadeira Brielle giratória (tudo Artefacto) completam o ambiente. As bancadas em porcelanato da Mais Revestimento abrigam os livros da UniSaber. Entre as tendências, porcelanatos de grande formato aplicados no teto e nas paredes. Perfis em LED Fit Tokyo (Vigolucci Design) possibilitam qualquer formato e adequação. Em destaque a luminária Flap Flap, de Constantin Wortmann (também Vigolucci Design), que parece flutuar no espaço, desafiando as leis da gravidade – quase saída de uma história de ficção…

 

Via: Angela Falcão – Foto André Nazareth

 

Lab Café – Carolina Escada, Patricia Landau, Carolina Lerner, Gabriella Mello e Sabina Kalaoun

 

É um laboratório sensorial sobre o café. Para criar o ambiente, Carolina Escada e Patrícia Landau estudaram muito. Assinando o espaço com Carolina Lerner, Gabriella Mello e Sabina Kalaoun, o grupo foi fundo: desde como o café se mistura à história do Brasil até a consultoria de uma química que contribuiu com curiosidades e benefícios do grão. “Muito além de fazer um espaço decorativo, quisemos trazer conteúdo à cultura do cafezinho, tão presente na rotina do brasileiro”, conta Carolina. “Temos mudas de café, diferentes grãos, curiosidades e informação. Tudo para transformar o espaço em um lugar de experiências”, completa Patrícia.

 

A começar pelos tons: terrosos em geral, dando destaque para o marrom café, laranja cobreado, bordô, roxo e verde. A riqueza de cores, estampas, plasticidade e design das culturas nativas está presente em produtos “handmade”, valorizando a matéria-prima, os pigmentos naturais e o artesão. Há, por exemplo, cestaria da Nannacay, cordas náuticas e fibras naturais no mobiliário, a bioarquitetura em bambu de Celina Llerena, que criou uma estrutura incrível em bambu e cordas coloridas para a fachada, que dá um efeito 3D a uma estampa tribal.

 

Via: Angela Falcão – Fotos André Nazareth

 

Via: Angela Falcão – Foto André Nazareth

 

 

SERVIÇO:

 

Período: de 11 de outubro a 20 de novembro de 2016

Horário: de terça a domingo, das 12h às 21h

Local: Rua Marquês de São Vicente, 268, Gávea

Ingressos para visitas de terça a sexta-feira

Ingresso inteiro: R$ 50

Meia entrada: R$ 25

Ingressos para sábados, domingos e feriados

Ingresso inteiro: R$ 60

Meia entrada: R$ 30

Crianças até 10 anos não pagam. Idosos acima de 60 anos e estudantes com carteira oficial pagam meia entrada.

Passaporte único: R$ 150

Anuário : R$ 25

Valet: R$ 30

 

 

 

 

 

 

 

 





Tags

Mais sobre Feiras/Mostras

Mais sobre Pelo Mundo

Publicidade

No Banner to display